Blog

Mundial de Futebol e o Marketing Digital

Mundial-de-Futebol-e-o-Marketing-Digital

Hoje é dia de estreia. É dia de Mundial de Futebol 2014 aqui no Brasil. A realização do Mundial de Futebol  neste ano traz oportunidades de crescimento para vários setores do mercado. Mais de 112 bilhões adicionais circularão na economia brasileira neste período e serão investidos aproximadamente 100 milhões de reais em novos negócios para as micro e pequenas empresas. De acordo com o Sebrae, são esperados 600 mil visitantes estrangeiros e 3,1 milhões de brasileiros viajando pelo País ao longo do torneio, movimentação que deve aquecer diversas áreas, com destaque aos serviços de turismo, hotelaria, varejo e lazer.

Para tirar proveito desta demanda e das oportunidades geradas pelo evento é preciso investir não só na preparação dos recursos físicos e humanos de seu negócio, mas também em boas estratégias de marketing. Neste cenário promissor, o Marketing Digital é apontado como a área que mais oferecerá possibilidades para quem deseja atrair e conquistar esse novo público.

Por este motivo, profissionais bem preparados e familiarizados com a dinâmica e as particularidades das estratégias digitais estarão em alta no mercado. Segundo pesquisa da Consultoria Michael Page, especializada em recrutamento, o Marketing Digital aparece como a profissão com maior crescimento e oportunidades neste período que compreende grandes eventos – como a Mundial de Futebol e as eleições presidenciais.

Conhecendo as regras do jogo

Todos os negócios – independente do segmento e porte – poderão lucrar com as estratégias baseadas na realização do Mundial de Futebol no Brasil. Entretanto, na hora de promover ações para atrair este público, é preciso, além do conhecimento técnico, observar algumas regras informadas pelo Programa de Proteção às Marcas (PPM) da FIFA. O PPM determina que as marcas da FIFA só podem ser utilizadas por patrocinadores da Copa  e parceiros, e sob autorização prévia.

As marcas da Federação Internacional de Futebol inclui termos como: FIFA, COPA DO MUNDO, COPA 2014, e BRASIL 2014; assim como peças com a identidade visual registrada – logotipo, mascote, entre outros. Essas referências, portanto, não podem estar atreladas às ações promocionais realizadas por empresas não patrocinadoras do evento. Apenas o uso editorial – em materiais jornalísticos e informativos – está autorizado aos não patrocinadores. (Para saber mais sobre o PPM, visite o site oficial do evento).

Apesar das restrições impostas, é possível, sim, explorar o tema e aproveitar as possibilidades do evento em suas estratégias de marketing. Basta um pouco de flexibilidade e uma dose de criatividade para evitar problemas. Uma prova disso é que a Nike, não patrocinadora, está entre as marcas mais faladas na internet em conversas envolvendo a Mundial de Futebol.

Uma das formas de fazer referência aos jogos sem infringir as regras é abusar de elementos que remetam ao futebol. Bola, estádio, bandeiras e – como não podia faltar – o verde e amarelo, são algumas das possibilidades para se relacionar com o tema.

Além destas dicas, algumas outras estratégias podem trazer bons resultados para quem deseja se destacar da concorrência e aumentar os lucros com o evento. Abaixo, separamos algumas delas:

Mobile Marketing

Grande parte deste público está culturalmente habituada a utilizar aparelhos móveis em seu dia a dia. Certamente, serão esses os principais meios utilizados na hora de procurar informações, estabelecimentos, dicas de lazer, cultura, gastronomia…

Portanto, dê atenção especial às estratégias voltadas para o mobile marketing. Uma boa dica é desenvolver aplicativos que facilitem a vida do turista, como apps que ofereçam tradução do cardápio em restaurantes. Outro ponto importante é a adaptação do layout do site às telas dos dispositivos móveis, através do design responsivo, que garantirá facilidade na leitura e navegação.

SEO

As empresas também precisam investir em estratégias de SEO voltadas para o público estrangeiro. Para ajudar os turistas a encontrarem o que precisam na internet, é importante lembrar que nem sempre utilizarão uma palavra em português. Por este motivo, uma boa dica é incluir as palavras-chave keywords em inglês e espanhol para facilitar as buscas e garantir destaque para o seu site nos resultados.

Geolocalização

Na hora de criar as suas campanhas digitais é fundamental levar em conta a geolocalização, para direcionar suas estratégias ao público local. Desta forma, o turista que estiver próximo vai saber que o seu estabelecimento existe. Outra boa dica é cadastrar o endereço de seu negócio no Foursquare, rede social bastante utilizada por clientes para fazer check-in e receber promoções.

Mídias Sociais

Atualmente, 70% das pessoas que acessam a internet em todo o mundo são usuários de uma ou mais redes sociais. Portanto, não há dúvidas de que estes canais oferecem ótimas oportunidades para atrair consumidores. Além do custo inferior, as campanhas podem ser definidas de acordo com o perfil e interesse do target e é possível, ainda, produzir anúncios em outros idiomas para atingir o público desejado.

Sites traduzidos

Para facilitar a vida do usuário e se destacar da concorrência, outra recomendação é ter um site que possa ser lido em outros idiomas. Atualmente, existem diversos sistemas e aplicativos pagos e gratuitos que realizam a tradução automática – como o Google Language Tools, Yahoo! Babel Fish, SWeTE, Ultimate Website Translator, entre outros. Estes widgets, porém, não garantirão uma tradução perfeita. Portanto, caso tenha condições, o melhor é investir em uma empresa ou profissional que possa realizar o trabalho.

 

Fonte: internetinnovation.com.br